OAB. Concursos. Prática. Mudança de vida.

“Concurso TJ AL para servidores será avaliado, diz novo presidente

O novo presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, Fernando Tourinho, afirmou que irá estudar a viabilidade para um novo concurso TJ AL.

O concurso TJ AL, com vagas para analistas e técnicos judiciários, está no radar do novo presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, Fernando Tourinho.

Em entrevista à Rádio 98 FM Gazeta, na manhã desta segunda-feira, 16, o desembargador afirmou que pautará a gestão no diálogo interno e externo, buscando melhorias para os serviços que o Poder Judiciário presta à sociedade alagoana, o que incluiria a realização do novo concurso TJ AL.

Para que a seleção seja realizada, no entanto, o presidente afirma que precisará avaliar como ficará o duodécimo do Poder Judiciário, no próximo biênio.

Além disso, será preciso estudar a necessidade de cada área. Para isso, será feito um levantamento específico, com o intuito de verificar os setores e as carreiras com defasagem de pessoal.

Vale lembrar que, em 2021, uma comissão foi formada para estudar os editais para carreiras do 1º grau do Poder Judiciário e para juiz. No entanto, o prazo para os trabalhos expirou no biênio 2021/2022. “
Fonte: Folha Dirigida em 16/01/2023

#PMDF A escolha da banca foi homologada e o Instituto AOCP está confirmado como organizador da seleção.

Estão confirmadas 2.100 vagas para o cargo de soldado, autorizadas desde fevereiro de 2022. O edital está previsto para este bimestre e o ingresso a partir de setembro.

#TJAP – O Tribunal está em tratativas de contratação junto a FGV, em especial quanto à superveniente problemática para custeio do referido certame.

#TJBA – Regulamento publicado! Está no processo de finalização da contratação da empresa e a expectativa é que até o primeiro semestre de 2023 seja publicado o edital, com o número de vagas, por comarca.

#TJCE – Novo concurso somente para cargos de nível médio. No total, serão ofertadas 50 vagas para o cargos de nível médio. Cebraspe organizará o certame.

#TJES – Saiu o edital! Inscrições do dia 16 a 23 de janeiro. Provas dia 19 de março de 2023.

#TJMG – O novo edital ofertará oportunidades para o cargo de Oficial Judiciário – nível médio – nas seguintes especialidades: Oficial Judiciário – Comissão da Infância e da Juventude; e, Oficial Judiciário – Oficial Judiciário. O termo de referência da seleção já está em elaboração. Com o resultado do edital de remoção que está em curso, o TJMG terá subsídios para identificar quais comarcas terão a necessidade de novos servidores. Assim, o Tribunal poderá fechar a formatação do novo edital, previsto para ser publicado no 1º semestre de 2023.

#TJPB – Comissão formada!

#TJRN – Iminente! #FGV organizará o certame.

#TJRS – Somente para a área de TI, ensinos médio e superior. Comissão formada.

#TJRR – Comissão formada – PASMEM – desde 2016! =O

#TJSE – Está autorizado e com comissão formada. (Leiam os comentários!)

#TJMT – O CNJ determinou que o quadro de servidores do Tribunal deverá se readequar, nos próximos meses, com o preenchimento de cargos em comissão com ocupantes de cargos efetivos. Para que isso ocorra, fica previsto que o tribunal deva fazer concurso público no próximo ano.

Carla Gabola

“Na manhã desta quarta-feira (11) o presidente do Sinpojud, Manuel Suzart e a diretora de Cultura, Artes, Esportes e Lazer, Maria Lenilda Cordeiro, reuniram-se com o Secretário-geral da Presidência do TJBA, Franco Bahia, para discutir pontos de interesse dos servidores do Poder Judiciário.

Na oportunidade, o presidente do Sinpojud agradeceu a atenção dispensada pelo secretário e o desejou um feliz ano novo. Durante a reunião, foram discutidos os seguintes pontos de pauta:

1 – Concurso público – Está no processo de finalização da contratação da empresa e a expectativa é que até o primeiro semestre de 2023 seja publicado o edital, com o número de vagas, por comarca.”

Fonte: Sinpojud

São 554 cargos vagos para a 1ª Instância e 241 cargos vagos para a 2ª Instância.

Lembrando que em 19/12/2022 o Portal de Notícias Olhar Direto publicou:
“Conselho Nacional de Justiça determinou que o quadro de servidores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) deverá se readequar nos próximos meses com o preenchimento de cargos em comissão com ocupantes de cargos efetivos. Para que isso ocorra, fica previsto que o tribunal deva fazer concurso público no próximo ano para contratação de servidores. Segundo apontado no relatório, quase a totalidade dos cargos comissionados do TJMT são preenchidos por funcionários que não são de carreira, o que evidencia desconformidade com a Constituição Federal. Ainda não há prazo para a redefinição do quadro, porém, os ocupantes de cargos efetivos deverão ter vínculo efetivo com a administração, devendo guardar proporcionalidade com a necessidade que eles visam suprir e com o número de servidores ocupantes de cargos efetivos no Tribunal, respeitando, assim, o princípio da proporcionalidade e razoabilidade para definir o quantitativo.”

“A realização de novo concurso INSS foi pauta de uma reunião realizada pela Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps) com o atual ministro da Previdência Carlos Lupi, na última segunda-feira, dia 9 de janeiro. Durante o encontro, os representantes de classe reforçaram a grande necessidade de pessoal, além de apresentar a pauta de reivindicações dos servidores.

Na ocasião, a categoria tratou da necessidade de redução das filas dos beneficiários. Ao assumir o cargo, em 3 de janeiro, Lupi já havia se comprometido a acabar com as filas. Neste sentido, foi colocado que ampliação dos acordos de cooperação técnica e a possibilidade de novos acordos com estados e municípios não iriam resolver o problema, já que seria apenas uma medida paliativa. Foi destacada a necessidade contratação de servidores mediante concurso público para sanear os graves problemas estruturais do INSS. Segundo a categoria, o instituto conta com uma defasagem de nada menos do que 23 mil servidores.

Lupi disse que sua origem é trabalhista e se coloca como parceiro para buscar solução para os problemas do INSS, um órgão da União da maior importância, que tem uma dívida social com os milhões de segurados, que em sua maioria (70%), recebem benefícios no valor de um salário mínimo.

Em dezembro, a equipe de transição adiantou o interesse de promover um novo concurso para técnicos, com mais mil vagas. No entanto, para isso antes é necessário convocar todos os aprovados na seleção em andamento.
A seleção 2022 não deve suprir efetivamente a necessidade de pessoal, tendo em vista que o INSS havia solicitado aval do Ministério da Economia para o preenchimento de 7 mil vagas somente para técnicos.

O Instituto também já havia solicitado autorização para o preenchimento de mais 1.571 oportunidades para analistas, com exigência de nível superior.” Fonte: JC Concursos

“Relatório do Orçamento 2023 prevê R$16 bilhões para novos concursos
Relatório final do Orçamento 2023 traz a previsão de reajustes salariais e R$16 bilhões para novos concursos públicos. Confira os detalhes!

O relator do Orçamento de 2023, senador Marcelo Castro (MDB PI), apresentou o parecer final sobre o projeto. O texto prevê R$16,7 bilhões para novos concursos públicos.

O senador, por sua vez, solicitou ao governo eleito que contrate os aprovados nos concursos dos seguintes órgãos:

• Polícia Federal (PF);
• Controladoria-Geral da União (CGU);
Agência Brasileira de Inteligência (Abin);
• Forças de segurança do Distrito Federal.

Marcelo Castro também afirmou que os servidores do Executivo terão o mesmo reajuste salarial do Poder Judiciário, de 9%. O relatório final ainda precisa ser votado pela Comissão Mista de Orçamento.

Inicialmente, o Projeto de Lei Orçamentária Anual de 2023 (PLOA), enviado pelo governo em agosto, previa o total de 55.219 vagas para concursos. Desse total, 52.444 seriam para provimento e 2.775 para criação.

O texto não determina em quais carreiras serão preenchidas as vagas. De acordo com o secretário do Ministério da Economia, Esteves Colnago, essa será uma decisão do presidente eleito.

Os quantitativos do PLOA representam uma estimativa para criação ou provimento de vagas, e não de uma autorização. No entanto, já indicam que novos concursos poderão estar no radar da próxima Administração a partir de 2023.” Fonte: Folha Dirigida em 14/12/2022

What Our Clients Say
304 avaliações
Estou online. Fale comigo se precisar.
Scan the code